Seguindo o blog

Postagem em destaque

PERFUME DE MULHER - Soneto

Tu que tens os aromas e as cores Da beleza que invade meu querer Adornada em paisagens de amores Adentrando o oasis do meu ser....

domingo, 9 de janeiro de 2011

SAUDADE - 2
















Eu não quero ter saudade
Do tempo que não passei
Das horas que não vivi
Ao lado de  quem eu sei
Que por tanto tempo amei
Desde quando eu nasci.

Eu  não quero ter saudade
Do sonho que não sonhei
Caminhos que não andei
Do carinho que não fiz
Pois eu sei que sempre quiz
Esse amor que encontrei

Eu não quero ter saudade
De segurar tuas mãos
Tremendo de emoção
E caminhar sem destino
E ouvir nossa canção
Como se fosse um hino.

O que eu quero de verdade
É  tua mão que me busca
O teu olhar que me ofusca
Esse amor que me fascina
Pois tudo em voce me atrai
E cresce cada vez mais
Esse amor que me domina.

O que eu quero de verdade
É você, meu doce alento.
Minha vida, meu contento
Quem me ama sem pudor.
Faz refém meu pensamento,
Me toma como resgate,
Mas não deixe que eu escape.
Me prenda com seu amor.

José Bento

Nenhum comentário:

Postar um comentário