Seguindo o blog

Postagem em destaque

PERFUME DE MULHER - Soneto

Tu que tens os aromas e as cores Da beleza que invade meu querer Adornada em paisagens de amores Adentrando o oasis do meu ser....

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

ONDE ESTÁS?



Perdido em ilusões, sonho acordado
Sonho como queria um amor verdadeiro
Queria alguém que me amasse como sou
Queria alguém que me compreendesse
Queria alguém que me completasse
Quer me desejasse e amasse sem restrições
Queria perder-me no seu olhar
Adormecer a pensar nesse alguém
Acordar com esse alguém no pensamento
Onde estas? Por onde andas? Minha alma gêmea
Vem completar-me, vem satisfazer-me
Vem realizar os meus mais requintados desejos
A ilusão continua, o desejo permanece
Quero viver um amor inesquecível
Uma paixão arrebatadora, quero amar sem pensar no amanha
Quero viver esse amor, quero ser feliz
Onde estas? Onde andas? Minha alma gêmea
No silêncio da noite procuro por ti
Perco-me na ilusão de te encontrar
Imagino o teu sorriso, desenho o teu corpo
Gravo-o na minha memória, guardo-o na alma
Espero ansiosamente que me procures
Onde estas? Por onde andas? Minha alma gêmea
Será que existe? Devo esperar? Devo desistir?
Friamente penso que sim, mas sou emocional
Um sonhador, aguardo pelo sinal, aguardo por ti
Choro quando me sinto triste
Sonho quando durmo, sonho acordado
Quero-te, vem ao meu encontro, faz-me feliz
Quero sentir o teu beijo, olhar nos teus olhos
Ver o teu sorriso, acariciar o teu corpo
Perder-me nos teus encantos
Adormecer agarrado a ti, acordar ao teu lado
Servir-te o café na cama,
Oferecer-te rosas, beijar-te as mãos
Tocar o teu rosto, sentir o teu beijo
Fazer amor contigo, enfim ser feliz
Onde estas? Por onde andas? Minha alma gêmea

João Carlos Aleixo

Nenhum comentário:

Postar um comentário