Seguindo o blog

Postagem em destaque

PERFUME DE MULHER - Soneto

Tu que tens os aromas e as cores Da beleza que invade meu querer Adornada em paisagens de amores Adentrando o oasis do meu ser....

terça-feira, 5 de setembro de 2017

DEUS MEU - Prece


Deus meu,
dá-me a entender que eu ainda sou eu,
que ainda tens motivos para creres em mim
e que, apesar dos meus erros, ainda sou teu.
Não me deixeis ser levado ao vento,
como folha seca, sem domínio algum,
mesmo sendo eu apenas mais um,
entre tantos que clamam por tua bondade.
Só Tu, Senhor, és cheio de benignidade,
pois não há limites no amor que tens.
Aviva-me a alma, faz-me renovado.
Alivia de mim o imenso fardo,
que tenho carregado, às vezes, em vão.
Deus meu, dá-me entendimento.
Desvenda-me os olhos, dissipa a escuridão.
Dá-me a alegria de um cancioneiro,
para entoar versos de louvor a Ti.
Pois quando te sinto na luz da manhã,
minha alma vibra de contentamento.
Sem dores, sem culpas, sem lamentos,
nesse instante sublime sou apenas luz,
pois a tua luz me faz um novo ser.
Deus meu,
Não tenho requintes nem finesse
mas se puderes ouvir as minhas preces,
te peço, Senhor, que nunca me falte o pão.
Que eu nunca tema caminhar
e que vença os obstáculos do caminho,
como um pássaro que sai para voar
e retorna feliz para seu ninho.
E, quando, ás vezes, eu sentir solidão,
Lembra-me que tenho a tua companhia.
Quer seja de noite, ou na luz do dia,
eu possa sentir em Ti a confiança.
Que eu te sinta assim, como um colo de mãe,
que acomoda ao peito a sua criança.
Escutai, Senhor, entre os irmãos,
a quem ora a Ti pedindo alento.
Perdoai-os, confortai-os,
dá-lhes de beber e alimento.
Deus meu, graças te dou
pela fé, pelo pão e vinho.
Graças de dou pela paz,
pela luz que clareia o caminho.
(Bento Souza)

Nenhum comentário:

Postar um comentário